Chico Xavier

25 de Março de 2010 - por Aparecida Liberato

No dia 2 de Abril de 2010 fez 100 anos do nascimento de Chico Xavier, considerado o maior médium brasileiro, um homem que deu seu exemplo de vida para todas as pessoas de todas as religiões.

Nascido em família católica, Chico Xavier  foi registrado  por seus pais como Francisco de Paula Cândido, que era o nome do santo do dia. Mais tarde, quando começou a dedicar-se ao espiritismo trocou seu nome adotando o sobrenome paterno, passando a chamar-se Francisco Cândido Xavier.

Chico Xavier nunca se preocupou em acumular riquezas, vivia com os rendimentos de uma aposentadoria e toda a receita dos direitos autorais de seus livros ia para obras de assistência social. Dedicou sua vida integralmente aos necessitados. Nascido Francisco de Paula Cândido, Chico Xavier tem o seu destino determinado. O  número  desse nome é o mestre 99=18=9 e sempre  indicou que a sua vida seria a de praticar a caridade.  O 99 é o número máximo do amor incondicional, da entrega, da solidariedade, da humildade, do despojamento total.

Mas não é somente o número 99 que deve ser analisado em sua vida. O número 18, a soma de 99, está associado à possibilidade de entrar em contato com a fonte que ilumina o ser, viver experiências além do mundo material, ter pressentimentos, receber mensagens.

Com a idade de 4 anos Chico Xavier apresentou a primeira manifestação de mediunidade, quando opinou sobre uma conversa que seu pai tinha com sua mãe acerca de um aborto ocorrido com a  vizinha. O menino Chico Xavier usou palavras que não seriam de uma criança, e seu discurso mostrava um conhecimento sobre medicina. Questionado pelo seu pai, Chico Xavier disse que estava repetindo palavras que eram ditas por uma voz.

Em seu nome também existe  outro número, o 3, o da expressividade, que indica a facilidade em ser o comunicador das mensagens espirituais que recebia.  Chico Xavier psicografou mais de 400 livros e com sua palavra levou conforto às pessoas.
O nome adotado posteriormente, Francisco Cândido Xavier, lhe trouxe a energia 1, a vibração de liderança e pioneirismo
O nome pelo qual é conhecido, Chico Xavier, traz números que fortalecem os que estão no seu nome de nascimento: o 30= 3 da comunicação, o 33=6 que é outro número do amor incondicional e o 9, o do desapego e solidariedade.

A soma da sua data de nascimento, 2 de Abril de 1910 traz o número 17=8. Esse é o seu desafio nesta vida, aquilo que Chico Xavier veio cumprir. O 17 é o número da imortalidade e Chico Xavier deixou para o mundo um legado eterno. O 8 indica o desafio de ser o líder que traz soluções para os problemas das outras pessoas, que transforma idéias em obras. Ele criou a Casa da Prece, a Casa da Paz, locais de auxílio aos moradores carentes de Uberaba e cidades vizinhas. A obra Nosso Lar, traz soluções para o trabalho de assistência social. Em suas palavras é possível notar a importância que ele dava à estruturação e concretização: ? Devemos auxiliar os necessitados, até que suas provações de carência sejam atenuadas. Se a estrutura social deve ser mantida, é imprescindível que cooperemos na construção ou reconstrução da infra-estrutura. Só assim o edifício terá segurança.?

Uma das suas obras foi solidificar a doutrina espírita no Brasil.

Com o destino 99=18 Chico Xavier enfrentou duras provas que ele superou e transformou em exemplos de vida. Ele é considerado o maior divulgador da doutrina espírita no Brasil e no mundo. Os livros que lançou foram traduzidos em diversas línguas e os direitos autorais foram todos revertidos para as obras assistenciais. Seu legado continua inspirando às pessoas a fraternidade, esperança e paz.